inclusão

Em maio de 2016, o então Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, assinou a portaria normativa que estabeleceu o prazo de 90 dias para que as instituições públicas de ensino superior apresentassem propostas de inclusão de negros, pardos, indígenas e pessoas com deficiência em seus programas de pós-graduação.

Publicado em 21/07/2016

A discussão de políticas e práticas de inclusão une os três novos livros publicados pela Eduff. "Narrativas do nao ver", "Encontros entre surdos e ouvintes na escola regular: desafiando fronteiras" e "Por uma política da narratividade: pensando a escrita no trabalho de pesquisa", das psicólogas Carolina Manso, Luiza Teles e Luciana Franco, respectivamente, serão lançados no dia 15 de junho, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

 

 

Publicado em 08/06/2016

No livro "Por uma política da narratividade: pensando a escrita no trabalho de pesquisa" (Eduff, 2016, R$ 25), a psicóloga Luciana Franco se lança no desafio de fazer pesquisa "com" o outro e não "sobre", a partir das impressões obtidas dos encontros com pessoas com deficiência e seus cuidadores. 

Os relatos e histórias que Luciana Franco narra são fruto dos encontros da autora durante um projeto de pesquisa no Instituto Benjamin Constant e da experiência como facilitadora em uma escola de ensino fundamental da rede privada do Rio de Janeiro.

Publicado em 01/06/2016

Assegurada pela Constituição Federal de 1988, a educação visa ao desenvolvimento integral do indivíduo e ao preparo para a inserção cidadã. Mas nem sempre a teoria condiz com a prática, principalmente no que diz respeito à educação inclusiva.

Publicado em 30/05/2016

Definida como estado da pessoa cega, a deficiência visual é popularmente reconhecida como uma limitação de um dos sentidos humanos. Em decorrência desse estereótipo de privação, os deficientes encaram inúmeros impasses ao longo da vida, principalmente no que diz respeito à imagem de incapacidade. É esse rótulo que a psicóloga Carolina Manso busca desconstruir no livro "Narrativas do não ver", lançado pela Editora da Universidade Federal Fluminense (Eduff).

Publicado em 23/05/2016

Assegurada pela Constituição Federal de 1988, a educação visa ao desenvolvimento integral do indivíduo e ao preparo para a inserção cidadã. Mas nem sempre a teoria condiz com a prática, principalmente no que diz respeito à educação inclusiva.

Publicado em 20/05/2016

Enquanto as obras da novas instalações no térreo do Bloco A, também no Gragoatá, não ficam prontas, a equipe do SENSIBILIZA vai fazer um plantão de atendimento na Biblioteca Central.  

Em breve, será inaugurada a nova sala, num local mais acessível, com mais comodidade para atendeimento da comunidade acadêmica com deficiência. 

Contamos com a compreensão de todos e agradecemos a parceria no movimento para tornar a UFF uma universidade inclusiva e cidadã.

Publicado em 18/05/2016

A UFF recebeu nesta terça-feira a visita do MEC a fim de levantar dados sobre o avanço e as dificuldades de acessibilidade nos campi da universidade. A pauta reuniu integrantes da Proaes (Pró- Reitoria de Assuntos Estudantis), da equipe do Sensibiliza, parceiros das Superintendência de Documentação –SDC e Superintendência de Engenharia e Arquitetura e representantes do Ministério da Educação para discutir alguns assuntos de extrema importância para promover a inclusão na Federal Fluminense.

Publicado em 11/03/2016

Na próxima quarta-feira, dia 21/10, será realizado um evento de conscientização UFF SEM BARREIRAS, a partir das 10h, no jardim da Reitoria.  A iniciativa é uma parceria da Divisão de Acessibilidade e Inclusão – Sensibiliza UFF (Proaes) e o Setor de Qualidade de vida do Servidor- SQVS (Progepe). O objetivo é chamar a atenção da comunidade acadêmica para a questão da inclusão e da acessibilidade, através da realização de uma série atividades de sensibilização.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Publicado em 19/10/2015

A médica, professora e ativista, Izabel Maior, ex-Secretária Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPDP) é a convidada do Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão para fazer a palestra de encerramento do IV Workshop do CMPDI, que acontece nesta sexta-feira, às 14h no novo prédio do Instituto de Computação (térreo), no Campus da Praia Vermelha, em São Domingos, Niterói.

Publicado em 10/09/2015

Desde a criação do Núcleo Sensibiliza em 2009, a universidade vem desenvolvendo projetos que permitem uma maior integração de alunos, professores e funcionários com deficiência no ambiente acadêmico. Hoje, por meio dos esforços da atual Divisão de Acessibilidade e Inclusão Sensibiliza UFF (DAIS), criada em 2013 e vinculada à Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proaes), a instituição oferece uma bolsa para estudantes que acompanhem a rotina acadêmica de colegas com algum tipo de deficiência, seja ela visual, motora ou auditiva.

Publicado em 31/08/2015

Apesar dos esforços aplicados na promoção de acessibilidade, alguns candidatos com deficiência, como os deficientes visuais, relatam experiências frustrantes durante a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A falta de preparação dos ledores e o cansaço são algumas dificuldades citadas. Neste cenário, a utilização do computador como meio de efetuar o exame visa permitir que pessoas com deficiência visual possam fazer a prova de forma independente.

Publicado em 27/08/2015

O Sensibiliza UFF vem trabalhando para que cada vez mais a universidade promova acessibilidade para todos. Nosso horizonte está se expandindo. E a cada novo membro, conquistamos todos uma grande vitória à caminho da inclusão. Uma novidade da Divisão é o cadastro para levantamento de dados de alunos com Deficiência. Ajudem a divulgar e participem dessa nossa caminhada. A UFF foi feita pra você!

Publicado em 18/08/2015

Páginas

Subscrever inclusão