UFF recupera mais 16 milhões de reais para pagamento de contas

Após intensa articulação em conjunto com outras universidades e a Associação de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), a UFF recuperou cerca de 16 milhões de reais que foram bloqueados pelo Governo Federal recentemente.

A verba foi liberada pelo Ministério da Educação (Mec) por meio de Medida Provisória e será destinada para pagar contratos e serviços previstos para esse ano. Isso inclui o pagamento de todos os estagiários, monitores, funcionários terceirizados, contas de luz e água, entre outras demandas essenciais.

Para o reitor da UFF, professor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, a devolução da verba é uma conquista coletiva, a partir de um trabalho meticuloso das Ifes, da comunidade interna e da pressão da sociedade. "Com transparência e cautela, buscamos soluções viáveis para administrar essa grave crise que nos afeta no último mês de um ano tão duro e difícil para todas as instituições públicas de ensino superior do país, cujo resultado é o enfraquecimento da educação gratuita, a desvalorização da ciência e dos projetos e serviços de atendimento à sociedade. Quando tivemos o orçamento bloqueado, a nossa prioridade de imediato foi garantir a integridade dos nossos estudantes e funcionários, além é claro de lutar para manter a UFF de portas abertas. Somos uma Universidade de respeito e de muita história, como tantas outras. No próximo domingo, dia 18, a UFF completa 62 anos e mais do que nunca optamos por resistir e nos reinventar na dificuldade.", declara  o reitor.

Na semana passada, a UFF recuperou R$ 2 milhões da verba do MEC bloqueada, referente ao PNAES, para o pagamento das bolsas e auxílios de Assistência Estudantil da Universidade. Neste momento, com a liberação dos recursos financeiros, a Universidade tem como prioridade o pagamento imediato dos estudantes com vínculo de estágio e monitoria e dos terceirizados, a fim de que todos recebam antes do Natal. Além disso, todas as contas das universidades, referentes aos contratos e serviços junto às concessionárias, também serão pagas.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 16/12/2022 - 15:07